quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

One Ring to rule them all

Fiz a minha versão...

"Três Anéis para os Reis-élficos sob o espaço celestial
Sete para os Senhores-anões em seus átrios empedrados
Nove para os Homens Mortais com destino letal
Um para o Senhor do Escuro em seu escuro reinado
Nas Terras de Mordor onde a Sombra é abissal.
Um Anel para a todos dominar. Um Anel para encontrá-los.
Um Anel para a todos buscar e na escuridão aprisioná-los.

Nas Terras de Mordor onde a Sombra é abissal."

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O espelho

Sentei mais uma vez diante do espelho. Fazia tempo que não tinha a coragem de fitar-me a face.
Havia saído algumas noites acreditando que era diferente. Os olhos brilhando, o vento gelado correndo. Tinha me esquecido de quem eu era. Tinha esquecido que tinha pena de mim mesma.
[De que não sou nada, nunca serei nada, não posso ser nada.]
Voltei ao espelho, o olho cortado, o outro cortante. A lágrimas espessas, entaladas, de vergonha de si mesma. Tentei sentir pena, e foi penoso. Tentei sentir compaixão, mas tive nojo. 
Consegui chorar finalmente. Lembrei de quem era - menina sonhadora que esqueceu de viver. Tentei não desistir, eu precisava lembrar. 
Toquei a boca, ela era bela, mas estava carcomida. 
Os cabelos presos, mal presos, o queixo retraído. A luz do sol partindo, e a noite abusiva. Abuso das palavras, quero possuí-las com toda força que sinto. Olhei de novo no espelho e vi que sou fraca. A testa franzida e as lágrimas ralas.
Fitei a pele suja e esburacada. Lembrei do sulco na testa. Os dentes amarelados...um sorriso tão bonito, não merece uma alma fracassada. Quebrei o espelho, o caco grudou no meu olho. Tenho sangue na cara e não posso mais olhar. E o espelho...o espelho...o espelho...o espelho!!!!!

...

Então ela sentou em frente ao espelho e disse: eu prometo, vai passar. 

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Coração como cera

"Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia?
Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio!
Tu, porém, és o Santo, és rei, és o louvor de Israel.
Em ti os nossos antepassados puseram a sua confiança; confiaram, e os livraste.
Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram.
Mas eu sou verme, e não homem, motivo de zombaria e objeto de desprezo do povo.
Caçoam de mim todos os que me vêem; balançando a cabeça, lançam insultos contra mim, dizendo:
"Recorra ao Senhor! Que o Senhor o liberte! Que ele o livre, já que lhe quer bem! "
Contudo, tu mesmo me tiraste do ventre; deste-me segurança junto ao seio de minha mãe.
Desde que nasci fui entregue a ti; desde o ventre materno és o meu Deus.
Não fiques distante de mim, pois a angústia está perto e não há ninguém que me socorra.
Muitos touros me cercam, sim, rodeiam-me os poderosos de Basã.
Como leão voraz rugindo escancaram a boca contra mim.
Como água me derramei, e todos os meus ossos estão desconjuntados. Meu coração se tornou como cera; derreteu-se no meu íntimo.
Meu vigor secou-se como um caco de barro, e a minha língua gruda no céu da boca; deixaste-me no pó, à beira da morte."



terça-feira, 7 de julho de 2015

Dadá

Se, 
na homenagem aos
precedentes ou subsequentes,
você dissesse que não
declarou o Imposto de Renda.
a determinação é a certeza íntima.

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Ferida

Terás meu corpo, mas não terás meu amor.

Podes tomar meus sonhos, meu tesouro guardado, minha libertade. Mas não a interior.

Levaste-me o íntimo, a confiança, o sorriso. Mas não a paz que vem de dentro.

Pega um copo, um tanto de inércia, outra dose de relativismo, dois gelos de respeito. Toma o teu amor próprio, leva junto com teu casaco, embrulha tuas condições e sai sem bater a porta.

Deixe o benzinho, o amor que tive não será apagado, na sua doce alma serafina. 





quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Preciso dizer que te amo

Existem acontecimentos em nossas vidas que são tão grandes e tão importantes que não cabem em manifestações públicas de afeto.
Talvez por isso eu tenha demorado tanto tempo para escrever aqui sobre você.
Mas eu preciso dizer que te amo. Todos os dias.
Em cada noite mal dormida, em cada ferida no seio, em cada choro doído.

Seus olhinhos, seu sorriso, seu cheiro. Não quero perder nenhum minuto de estar perto de você. E por isso me perco. Como é bom ter você, minha alegria.

Preciso dizer muito obrigada por ser tão generoso. E se existe uma palavra que resume você me minha vida é esta: generosidade.

Preciso dizer que te amo e assim seja dito. Eu te amo do fundo da minha alma, alma tão grande, pequenino.


quinta-feira, 29 de maio de 2014

Novíssimo

Tenho medo de, no deitar da vida, meus sonhos me procurarem para perguntar:
 O que fez conosco?
E eu, atrás da grade, deixei o vento levar.