quinta-feira, 28 de junho de 2007

Lá vem ele!



El-rei!

Festival de Dança de Joinville - 18 de julho.
Teatro Municipal do Rio de Janeiro - 20 de julho.
Teatro Municipal de São Paulo - 24 e 25 de julho.

sexta-feira, 22 de junho de 2007

"Always look on the bright side of life"...

Ok, meu post anterior foi demasiado "estressadinho". Mas não vou tirá-lo. O que está escrito, está escrito.
Pois bem. Chupinhei este vídeo do comment do blog alheio.É muito BOM!

Tá estressadinho?
"Always look on the bright side of life"...

Reparem no comentário da Nati no MSN:

"Nati diz:
Eles balaçam o pezinho!"

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Amadurecimento

Não confiar nos "coleguinhas".

Burra.

Burra.

Burra.

[Cristina, não xingue os animais]

(...)

Burra!!!

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Adversário

Sinto uma particular compaixão pelos políticos.

De um lado, pessoas que os odeiam, de outro, bajuladores.

São poucas as pessoas que os amam de verdade.

terça-feira, 12 de junho de 2007

Vez ou outra















Vez ou outra dou corda na caixinha de música
que minha tia me deu
Fecho os olhos e deixo a bailarina rodar mais
sobre a superfície de espelho

Me angustio tentando adivinhar
a hora em que as notas vão decidir se congelar


Vez ou outra ressoa na minha mente
a palavra que li no texto alheio
"Briluz...briluz...briluz"


Vez ou outra meu coração fica apertadinho
por sentir os afagos que recebe
E agradeço a Deus por colocar
anjos no meu caminho

[In media res]


suaves, leves, serenos,
tão plenos, cheios de alegria!


Vez ou outra minha alma briluz
anjos no caminho
que só agradecimento


"Sua beleza está hibernando"
Ela quer briluz.

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Menaginha;)


Da sorte - Olhos
que não mentem
nem de dia, nem de noite
a dor que sente


Da passagem - Saudade
da gentil amizade
Coração que parte
bem na parte que não tinha


Do correto - Inteira
de volta na metade
visível verdade
Sonho que parte

Do *Infinito*



Boa viagem, Biocaaa! Voltem felizes e cheios de histórias!

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Engatado

Querido diário,


Eis que volto a escrever-lhe!


Hoje não foi fácil, entrou um cisco no meu olho. É o efeito das mensagens automáticas, tão logo surja outra oportunidade na qual meu perfil se enquadre.

Mas não é disso que eu quero falar. É em razão de meu pequeno, nascido há seis meses e dez dias e batizado 21 dias após ter vindo ao mundo. Filho de três mães zelosas, de mais uma que sempre o desprezou e de um pai que o renegou. Afilhado de três padrinhos doutos e exigentes.

Gerado com muito amor, carinho e suor, hoje, 1o de junho de 2007, começou a engatinhar. Mamar, mamou muito. Chorar, nem se fale. A ponto de as três mães zelosas já não serem mais tão esmeradas assim. No entanto, hoje, engatinhou! Não foi num chão macio e felpudo como eu gostaria que fosse, mas num limpo, simples e aberto- lá tem bastante espaço para ele brincar!

Confesso que me dá dor no coração vê-lo assim, tão desengonçado o coitadinho! Vai sofrer nas travessias do mundo. Vai ter de encarar as ciladas da vida. Vai se expor, se desgastar, correndo o risco de ter seu currículo mantido no banco de dados, tal qual o da mãe zelosa.

Mãe sofre a amargura de ver seu filho nas mãos do mundo. Mas é ela quem o incentiva a atirar-se. Lançando-o, ela se mesma é que se joga. Porque ele é lindo, porque é seu bem, merecedor de muitos ciscos no olho.

Tinha de contar-lhe essa alegria, essa dor. Do rebento dileto e mimado.

Quanto ao cisco no olho, acho que o engoli, e ele entalou na garganta, embora minha experiência tenha sido classificada como satisfatória.

A essa altura, querido diário, você já deve estar entediado com minhas historietas de um filho “Frankenstein” e de um cisco que engoli pelos olhos. Compreendo, vou deixar-te em paz.

A bientôt, mon petit chou! Demain, j’ai des classes.

Bisous,

Cris